Querido (a) visitante

Este é o meu espaço onde compartilho com você mensagens bíblicas e publicações diversas.

Deus seja exaltado em todas as coisas que fazemos!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

“TAL MÃE, TAL FILHOS”



"Todos os que gostam de citar provérbios citarão este provérbio sobre você: "Tal mãe, tal filha". Ezequiel 16:44 (NVI)

Baseada, neste texto de Ezequiel quero pensar no poder do exemplo, exercido pela mãe na criação dos filhos, seja no convívio do lar ou fora dele. É fato que os filhos absorvem a maneira de viver dos pais. Porém, é a mãe a que passa maior tempo com eles, quem educa, quem conhece até mesmo um simples olhar do filho.
A Bíblia está recheada de exemplos de mulheres que foram mães sábias e marcaram o seu tempo por causa de uma vida exemplar, tais como: Joquebede – mãe de Moisés, que no auge da perseguição egípcia, teve a coragem de ter um filho, escondê-lo por três meses, e ainda arquitetar um plano para dar-lhe uma chance de ser resgatado; Ana – mãe de Samuel – que, embora fosse seu único e tão desejado filho, o entregou para o serviço do Senhor e recebeu de Deus a recompensa de ter mais cinco filhos. Dentre estas, muitas outras mães citadas na Bíblia, fizeram a diferença dando à luz homens que mudaram a história e marcaram suas gerações.
Por vezes, me pergunto se temos sido exemplo para nossos filhos e se estamos forjando neles o caráter de Cristo já forjado em nós, se é que temos vivido um cristianismo autêntico.

Como está escrito, “tal mãe, tal filha” e acrescento: “tal mãe, tal filhos”. Pois, eles serão e terão o que colocarmos neles: compreensão, tranquilidade, coragem, amor, perdão ou serão rancorosos, gritadores, nervosos e desrespeitosos. É como uma linda caixa de presente vazia que usamos para guardar trecos. A caixa pode ser linda, mas o que vamos colocar dentro dela depende do que estamos acostumados a ter e é o que fará a diferença na beleza da caixa. Da mesma forma, fazemos com nossos filhos! Mãe que é nervosa criará filhos nervosos; mãe que não respeita o marido criará filhos desrespeitosos aos pais e aos outros; mãe sem temor a Deus criará filhos incrédulos e distantes do Senhor.


Portanto, mães, pensemos no exemplo que temos dado aos nossos filhos para que mais tarde possamos sorrir com eles, ao invés de lamentar um erro que já não permite concerto!
O exemplo fala mais alto que os gritos!


        Rose Prado
                                                            Deus é Fiel!