Querido (a) visitante

Este é o meu espaço onde compartilho com você mensagens bíblicas e publicações diversas.

Deus seja exaltado em todas as coisas que fazemos!

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Servir com fidelidade!


Aos olhos do mundo Jeremias parecia totalmente fracassado. Não tinha dinheiro, família ou amigos. Profetizou a destruição da nação, da capital e do Templo, mas líderes políticos e religiosos não aceitariam, nem seguiriam seus conselhos.
Nenhum grupo de pessoas gostou de Jeremias, nem lhe deu ouvidos. Contudo, ao olharmos para trás, vemos que completou com sucesso a obra que Deus lhe confiou.
O sucesso nunca deve ser medido pela popularidade, fama, fortuna ou aceitação das pessoas, pois estas coisas são temporais. Deus mede o nosso sucesso pela obediência, fidelidade e retidão. Se você estiver realizando fielmente a obra que Deus lhe confiou, será bem sucedido aos olhos Dele.
Cabe a nós escolher: agradar o povo e ficar famoso por isso ou agradar a Deus e cumprir cabalmente o Seu propósito em nós, mesmo sendo ignorado ou incompreendido por todos como foi Jeremias.
Deixo esta breve meditação para o nosso dia de hoje!


 Pastora Rose Prado

segunda-feira, 8 de julho de 2013

A culpa é de Deus? Não! É dos que afastam Deus da nossa nação!

Finalmente a verdade é dita na TV Americana. 



A filha de Billy Graham (grande escritor desta geração) estava sendo entrevistada no Early Show, e Jane Clayson perguntou a ela:

'Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de

setembro?'

Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:

'Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós.
Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas.
Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.
Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?'
À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc...

Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.

Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas...
A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.

Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos: "Um perito nesse assunto deve saber o que está falando". E então concordamos com ele.

Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem. E nós aceitamos sem ao menos questionar.
Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade.
E nós dissemos: "Está bem!" 

Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino. Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet.
E nós dissemos: "Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso".

Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado; porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...

Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender: nós colhemos só aquilo que semeamos!!!
Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus: "Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola?" 
A resposta dele: "Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!"

É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.
É triste como cremos em tudo que os Jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina.
É triste como alguém diz: "Eu creio em Deus". Mas ainda assim segue a satanás, que, por sinal,também 'Crê' em Deus.

É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!
Como podemos enviar centenas de piadas pelo e-mail, e elas se espalham como fogo, mas, quando tentamos enviar algum e-mail falando de Deus, as pessoas têm medo de compartilhar e reenviá-los a outros!

É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho.

É triste ver como as pessoas ficam amantes de Cristo no sábado, mas depois se transformam em cristãos invisíveis pelo resto da semana.
Gozado que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que Deus pensa...


https://www.facebook.com/AbaixoADiscriminacaoReligiosaEmAngola?ref=tn_tnmn